A Defensoria Pública da Bahia recomendou que a Prefeitura de Valença, no baixo-sul do estado, convoque profissionais de saúde do município para participar das tomadas de decisões pelo Poder Executivo local no combate ao coronavírus.  

A recomendação assinada pelo defensor público Carlos Vasconcelos Maia, considera diversos fatores para a decisão, entre elas “a importância da participação dos profissionais de saúde na adoção de medidas referentes a prevenção e enfrentamento da pandemia pelos Entes Federativos de todo o Brasil”. 

No dia 8 de abril a prefeitura de Valença declarou estado de calamidade pública na cidade, mas já havia declarado situação de emergência desde o dia 20 de março. Na cidade há decreto com medidas de prevenção como, por exemplo, a redução dos horários de funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos, além da suspensão do acesso às praias da cidade. Nesta sexta-feira (23), a cidade registrava 22 casos suspeitos, quatro confirmados e nenhum registro de óbito pela Covid-19. (BN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui