Uma modelo de 22 anos registrou boletim de ocorrência contra o senador Irajá Silvestre Filho (PSD-TO) por estupro. O parlamentar é filho da também senadora Kátia Abreu (PP-TO).

De acordo com informações da CNN Brasil, a denúncia foi registrada na madrugada desta segunda-feira (23), no 14º Distrito Policial de Pinheiros, em São Paulo. A vítima, que pediu para ter sua identidade preservada, contou que foi dopada quando estava com o senador e um amigo na casa noturna Café de La Musique.

Segundo relatou, os dois se conheceram durante um almoço com um grupo de amigas no Jockey Club. A modelo o acompanhou até a casa noturna e, depois de perder a consciência, acordou em um flat no Itaim Bibi já sofrendo o abuso – com o senador em cima dela, penetrando sem preservativo e dizendo frases como “agora você é minha” e “estou apaixonado”. As informações constam no boletim de ocorrência.

Ainda segundo o documento, a modelo contou que ficou com medo de ser agredida fisicamente, por isso não resistiu ao abuso. No entanto, ela pedia para ir ao banheiro e beber água, mas Irajá Filho não deixava. Quando conseguiu ir ao banheiro, após dizer que se sentia mal, a vítima se trancou e pediu socorro.

Um amigo da vítima relatou que funcionários do hotel foram à delegacia para depor como testemunhas. A polícia foi até o local, mas não encontrou o senador. No entanto, os investigadores buscam por imagens de câmeras de segurança da casa noturna e do hotel. O quarto foi preservado para perícia.

Segundo a CNN Brasil, a vítima passou a manhã em um hospital para realizar exames para comprovar a agressão sexual e que ela foi dopada. O senador Irajá Filho ainda não se manifestou sobre o caso. A casa noturna também não se pronunciou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui