Em reunião, empresa responsável pela obra do Canal do Mutum fez acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e vai quitar ainda este mês as pendências com os trabalhadores. A informação foi divulgada pelo presidente do sindicato, Valdemir Souza ao Blog do Valente. De acordo com ele, a obra está parada e os trabalhadores estavam há 60 dias sem receber salário, vale alimentação, 13º salário e sem recolhimento do fundo de garantia e INSS. O Sindicato solicitou uma audiência no Ministério do Trabalho. “No dia 04 de dezembro, a empresa compareceu e disse que a prefeitura não estava fazendo repasse para eles. Ontem (13) tivemos mais uma reunião e para nossa surpresa na recepção eles avisaram que o repasse estava sendo adiantado para a empresa principal AVC Consultoria Técnica, e que a qualquer momento estaria fazendo o pagamento dos trabalhões”, disse. Na audiência, a empresa fez o acordo de efetuar o pagamento dos salários atrasados, 13º, rescisão e vale alimentação até o dia 17 deste mês e o restante das pendências vai quitar até o dia 21/12. A empresa que prestadora de serviço é a ADL Indústria e Comércio.

Prédio do Espaço R2

Outra obra que também apresenta incongruência é o prédio do Espaço R2, próximo ao Clube dos 100. Segundo Valdemir, a obra está interditada pela Secretaria de Infraestrutura de Obra e os trabalhadores que foram demitidos não receberam nada até o momento e os que estão trabalhando não recebem o salário. “os prepostos da Empresa SAJ Empreendimentos e Mobiliária não aparecem e não respondem nada. Os trabalhadores que foram demitidos conseguiram parcelas o pagamento na justiça, já alguns trabalhadores fizeram um acordo a parte com a empresa sem envolver o sindicato e agora está nessa dificuldade para receber”, explicou.

Blog do Valente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui