O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, repudiou a ação da Polícia Militar da Bahia, que abordou dos repórteres da revista Veja, na manhã desta sexta-feira (14), no município de Pojuca, na Bahia. 

“Inadmissível, arbitrária e abusiva a detenção de jornalistas da revista Veja pela Polícia Militar da Bahia. Deve receber repúdio de todos que defendem a liberdade de imprensa e de expressão”, disse o presidente da OAB.

Os jornalistas Hugo Marques e Cristiano Mariz foram detidos enquanto tentavam localizar o fazendeiro Leandro Abreu Guimarães, testemunha da morte do miliciano Adriano da Nóbrega.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui