O funcionário de empresa terceirizada da Transalvador que excluía multas do sistema do órgão para beneficiar infratores, foi demitido do cargo, após a deflagração da segunda fase da Operação Freio de Arrumação, feita nesta segunda-feira (2). 

“É um funcionário terceirizado e pela medida cautelar ele está sendo desligado da empresa, portanto, não faz mais parte do quadro da Transalvador”,  confirmou o superintendente da Transalvador, Fabrizío Muller , na manhã desta segunda-feira (2), durante coletiva na se do Ministério Público da Bahia. Ainda segundo Muller, o funcionário “trabalhava no setor de multas há 11 anos. Não havia nada que desabonasse a conduta dele, sempre cumpridor das suas funções, infelizmente acabou agindo dessa forma”. 

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) cumpriram mandados de busca e apreensão, na sede da Transalvador, nos Barris, e em Narandiba. A segunda fase da Operação Freio de Arrumação investiga fraudes relacionadas à exclusão de infrações de trânsito do banco de dados dos órgãos.

Conforme o superintendente, a investigação surgiu a partir da “denúncia feita na ouvidoria da Transalvador”. “Foi possível que a gente iniciasse um procedimento de monitoramento dos bancos de dados, das redes que acabaram mostrando que havia sido algo feito na exclusão, na extração de multa do município.  A gente está operando de forma normal. As vulnerabilidades do banco de dados foram sanadas”, explicou.  

Muller afirmou também que todas a multas retiradas foram de “velocidade, proibição de sinal vermelho e estacionamento irregular”. O superintendente disse ainda que “desde o recebimento da denúncia estamos adequando o sistema para tornar ele mais seguro”. 

A prisão do servidor terceirizado foi solicitada, mas existem outras medidas cautelares que resguardam para ele não dê prosseguimento as ações como o afastamento do serviço, não poder viajar sem pedir autorização, e prestar informação ao juiz.

Notícias Relacionadas: 

Freio de Arrumação: MP-BA e PRF cumprem mandados de busca e apreensão na Transalvador
“A gente vem colaborando há algum tempo”, diz Fabrizzio Muller sobre operação na Transalvador
“A gente vai agir com máximo de rigor”, diz Neto sobre operação na Transalvador
Operação apura exclusão de multas e desvio de conduta de terceirizados da Transalvador

BNews.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui