A Justiça Eleitoral decretou a prisão de um eleitor que filmou o seu voto na urna, alegou fraude na urna eletrônica e empurrou uma mesária em Belém (PA), segundo o G1.

O homem se revoltou por digitar o número 17 na opção de voto para governador e ver a mensagem de “voto nulo”. Isso acontece porque, no Pará, nenhum candidato ao governo concorreu pelo PSL.

Ao achar que havia uma fraude, o eleitor começou a filmar o equipamento e, advertido de que não poderia fazer isso, empurrou a supervisora da mesa.

A Polícia Militar foi acionada, mas o homem se apresentou como PM da reserva e não foi preso por motivos hierárquicos, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA).

A juíza da 97ª Zona Eleitoral, Ana Patrícia Mendes, determinou a busca do eleitor para que seja autuado em flagrante.

Segundo o TRE, caso a prisão não seja realizada em 24 horas, um inquérito será instaurado com as informações dos acontecimentos registrados em ata.

Bahia.ba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui