O candidato à Presidência pelo PT , Fernando Haddad , alterou o plano de governo do partido sobre emprego e renda e batizou de “Dívida Zero” um programa para os consumidores com nome sujo no SPC/Serasa. A proposta tem sido defendida há semanas pelo presidenciável do PDT , Ciro Gomes.

A proposta aparecia de forma mais vaga no plano anterior de Lula, levado ao TSE, e lembra o projeto “Nome Limpo”, uma das maiores apostas de Ciro, que promete tirar os eleitores do cadastro de inadimplentes. O novo programa de Haddad foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) depois que a candidatura de Lula foi barrada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No novo programa do PT à Presidência, Haddad afirma que, se eleito, levará adiante a “criação do programa Dívida Zero, que prevê a instituição de linha de crédito em banco público com juros e prazos acessíveis, para atender às pessoas que hoje se encontram no cadastro negativo do SPC e Serasa”.

No plano inicial de governo, apresentado pelo PT quando Lula era a escolha do partido, a ideia aparecia em outros termos, sem nome de plano ou menção direta ao SPC ou Serasa. O plano prometia apenas a “criação de linhas de crédito com juros e prazo acessíveis, que busquem atender as famílias que hoje se encontram no cadastro negativo”, sem entrar em detalhes.

BNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui