Ominstro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, afirmou à CNN Brasil que o Plenário deve aprovar a manutenção do inquérito das fake news – que tem como alvos principais nomes ligados ao presidente Jair Bolsonaro. “Não tenho dúvida da manutenção do inquérito”, assegurou, em entrevista na tarde desta sexta-feira (5).

O magistrado também criticou a falta de transparência do Ministério da Saúde na divulgação dos dados sobre o avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil. A pasta tem atrasado a divulgação dos dados para evitar a divulgação em telejornais de horário nobre no momento em que o número de mortes pelo Covid-19 tem batido recordes diários.

“Tenho chamado a atenção para que, enquanto gastamos energia imensa com essa querela política, atingimos esse número trágico e mórbido. Quando se começa a fazer esse movimento politico, a sonegar informação, a própria confiabilidade dos números passa a ser também colocada em cheque”, avaliou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui