Everaldo minimiza declaração de Cid Gomes contra PT: ‘Foi no calor do momento’

0
39

O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, minimizou a declaração do senador eleito pelo Ceará e irmão do ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT, Cid Gomes (PDT), que cobrou, durante um ato a favor da candidatura de Fernando Haddad, que o PT admitisse os “erros” cometidos quando esteve no poder, nas gestões do ex-presidente Lula e Dilma Rousseff, sob risco de “perder a eleição” contra Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno.

Para Everaldo, os comentários de Cid não devem ser levados em conta pois aconteceram “no calor do momento”.

“O PT e o PDT têm uma ótima relação no Ceará, onde temos o governador releito Camilo Santana. No Brasil, as coisas estão se ajustando e esse apoio está em uma crescente. Não podemos criar confusão com tudo”, ressaltou em entrevista ao bahia.ba, na manhã desta terça-feira (16).

O dirigente salientou que ainda acredita em uma vitória de Haddad no segundo turno da eleição presidencial, no dia 28 de outubro.

“Temos hoje uma diferença de 16% nas pesquisas. No primeiro turno, 13% dos eleitores decidiram o voto no dia da eleição. Estamos confiantes porque as informações estão sendo passadas no programa eleitoral, estamos vendo o oponente fugindo dos debates e propagando fake news. Estou confiante em nossa vitória”, completou o petista.

Bahia.ba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui