Durante reunião online com governadores de todo o país, na tarde desta quarta-feira (25), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que o isolamento irá continuar no estado e cobrou medidas do governo federal para ajudar trabalhadores informais.

“Quero ressaltar que as medidas restritivas, gradativas e seletivas, com base na ciência, vão permanecer na Bahia e no Nordeste. Que o Congresso nacional cresça para fazer o papel que só o governo federal pode fazer, que é a garantia de renda para os informais, os mais pobres, pessoas que vivem em um cômodo e estão sem poder trabalhar. Para salvar vidas e manter empregos, é preciso uma ação forte do governo federal”, disse o governador.

“O desafio principal é o de salvar vidas e manter o emprego. É um desafio. É guerra que só será vencida com serenidade, equilíbrio, união e solidariedade. Todos contra o coronavírus”, ressaltou.

Leia também:
“Não é gripezinha”, diz Rui em repúdio a pronunciamento de Bolsonaro sobre coronavírus
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui