Deputado baiano culpa Agência Nacional de Águas por não incluir Quati em barragens com risco de rompimento

0
26


O deputado estadual José de Arimateia (PRB), presidente da Comissão do Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), relatou que visitou 13 reservatórios desde a tragédia de Brumadinho, ou seja, três a mais, pois a Agência Nacional de Águas (ANA) aponta 10 barragens com riscos de rompimento no estado. 

Segundo ele a barragem de Quati, que rompeu nesta quinta-feira (11), no município de Pedro Alexandre, não foi vistoriada pelo Colegiado por uma falha da Agência Nacional das Águas (ANA), que não classificou a Barragem como em situação de risco.

 “Acredito que essa é mais uma barragem do nosso estado sem uma manutenção assídua e necessária. A ANA deixou a desejar em incluir essa barragem em seu relatório, como também o estado em passar as informações sobre a barragem para a agência, enquanto isso o povo sofre com o descaso”, ilustrou.

A ANA, por sua vez, divulgou nota se isentando da responsabilidade. “Por se tratar de uma barragem em rio estadual, a fiscalização desse açude não compete à ANA, e sim à autoridade competente no estado da Bahia”, diz a nota. “Mesmo assim, guardando as devidas atribuições dos órgãos regionais, a ANA acompanha a situação”, completa.

Leia também:
Exclusivo: bombeiros baianos que atuaram em Brumadinho embarcam para Pedro Alexandre
“É muito prematuro procurar culpados”, diz deputado Niltinho sobre rompimento de barragem 
Prefeitura de Pedro Alexandre decreta estado de calamidade após rompimento de barragem 
“Precisamos de suporte aéreo”, diz secretária de saúde de município onde ocorreu rompimento de barragem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui