Odeputado federal Afonso Florence (PT-BA), líder da minoria na Câmara dos Deputados, alertou que o governo federal precisa entrar, de forma emergencial, com recursos financeiros para manter a produção de alimentos. Caso isso não aconteça, pode haver escassez de comida no país. 

Segundo Florence, os produtores baianos de carne, leite, legumes e de outros tipos de alimento estão parando por não ter como distribuir os itens e pagar as contas. O alerta foi dado nesta quarta-feira (25), durante entrevista ao apresentador José Eduardo, na Rádio Metrópole.

“É preciso apelar para que essas providências não sejam adiadas por parte do governo, que ainda está na fase de discussão. Se o setor de alimentos parar de plantar, de cuidar das cabras, por exemplo, ele não volta com a mesma velocidade de uma fábrica de sapatos. Se parar de plantar, para de ter comida. O estado precisa entrar pra ter produção, logística, distribuição e pagamento dos produtores”, destacou o deputado.

Florence aproveitou a oportunidade também para refutar a afirmação do presidente Jair Bolsonaro sobre a incidência de sintomas mais brandos de coronavírus em pessoas musculosas. Durante pronunciamento na terça-feira, o presidente disse que, por ser atleta, ele sentiria apenas um “resfriadinho” no lugar das graves consequências do Covid-19.

“O posicionamento de Bolsonaro não tem explicação científica. Ele acredita que, por ser musculoso, não terá problemas… mas ele é de um grupo político que acredita que a Terra é plana. Só Donald Trump e Bolsonaro acham que não precisa de isolamento social por causa do coronavírus. Os Estados Unidos, pelo menos, estão buscando medidas econômicas pra ajudar a população”, alfinetou o parlamentar.
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui