SV Mary Celeste

Slide 2 de 21: Este talvez seja o mais famoso “navio-fantasma” da vida real. Esse bergantim norte-americano foi encontrado abandonado em 5 de dezembro de 1872, no Oceano Atlântico, a cerca de 
740 km dos Açores. Não apenas os 10 ocupantes desapareceram sem vestígios, como seus pertences ficaram praticamente intocados, e a embarcação seguia viagem rumo ao Estreito de Gibraltar.

Este talvez seja o mais famoso “navio-fantasma” da vida real. Esse bergantim norte-americano foi encontrado abandonado em 5 de dezembro de 1872, no Oceano Atlântico, a cerca de

740 km dos Açores. Não apenas os 10 ocupantes desapareceram sem vestígios, como seus pertences ficaram praticamente intocados, e a embarcação seguia viagem rumo ao Estreito de Gibraltar.

Slide 3 de 21: Além de aviões, o Triângulo das Bermudas também tem na sua conta vários misteriosos desaparecimentos de embarcações. O USS Cyclops, por exemplo, sumiu sem explicação em 4 de março de 1918, enquanto cruzava o Atlântico Norte entre a península da Flórida e Bermuda. Com 306 ocupantes, esse navio carvoeiro representa a maior perda de vidas na história da Marinha norte-americana em tempos de paz.

USS Cyclops

Além de aviões, o Triângulo das Bermudas também tem na sua conta vários misteriosos desaparecimentos de embarcações. O USS Cyclops, por exemplo, sumiu sem explicação em 4 de março de 1918, enquanto cruzava o Atlântico Norte entre a península da Flórida e Bermuda. Com 306 ocupantes, esse navio carvoeiro representa a maior perda de vidas na história da Marinha norte-americana em tempos de paz.

Slide 4 de 21: Em 31 de janeiro de 1921, essa escuna de carga foi vista à deriva na costa do Estado norte-americano da Carolina do Norte. Sua tripulação desapareceu por inteiro, além de seus pertences, equipamentos de navegação, alguns papeis e suas âncoras. Apesar de uma investigação profunda, nem a tripulação, nem os registros da embarcação foram encontrados.

SV Carroll A. Deering

Em 31 de janeiro de 1921, essa escuna de carga foi vista à deriva na costa do Estado norte-americano da Carolina do Norte. Sua tripulação desapareceu por inteiro, além de seus pertences, equipamentos de navegação, alguns papeis e suas âncoras. Apesar de uma investigação profunda, nem a tripulação, nem os registros da embarcação foram encontrados.

Slide 5 de 21: A investigação sobre o abandono do SV Teignmouth Electron concluiu que o seu único ocupante cometeu suicídio se jogando no Atlântico Norte durante uma corrida de barcos ao redor do mundo. O veredicto se baseou não em provas físicas colhidas do iate, mas em um tratado bizarro e enorme escrito por Crowhurst pouco antes do seu desaparecimento.

Donald Crowhurst

A investigação sobre o abandono do SV Teignmouth Electron concluiu que o seu único ocupante cometeu suicídio se jogando no Atlântico Norte durante uma corrida de barcos ao redor do mundo. O veredicto se baseou não em provas físicas colhidas do iate, mas em um tratado bizarro e enorme escrito por Crowhurst pouco antes do seu desaparecimento.

Slide 6 de 21: Tudo já foi relacionado ao desaparecimento do SS Waratah, em 1909, desde ondas selvagens até abdução alienígena. Conhecido com o “Titanic australiano,” esse navio a vapor tinha 211 passageiros e tripulantes a bordo quanto desapareceu durante uma viagem à Cidade do Cabo, na África do Sul.

SS Waratah

Tudo já foi relacionado ao desaparecimento do SS Waratah, em 1909, desde ondas selvagens até abdução alienígena. Conhecido com o “Titanic australiano,” esse navio a vapor tinha 211 passageiros e tripulantes a bordo quanto desapareceu durante uma viagem à Cidade do Cabo, na África do Sul.

Slide 7 de 21: “Inexplicável” é o termo usado pelo inquérito a respeito do abandono desse navio pesqueiro e cargueiro refrigerado em 1955 no Oceano Pacífico, perto das Ilhas Fiji. O Joyita foi encontrado sem seu diário de bordo, barco salva-vidas e três botes infláveis, enquanto as 25 pessoas a bordo nunca mais foram vistas.

MV Joyita

“Inexplicável” é o termo usado pelo inquérito a respeito do abandono desse navio pesqueiro e cargueiro refrigerado em 1955 no Oceano Pacífico, perto das Ilhas Fiji. O Joyita foi encontrado sem seu diário de bordo, barco salva-vidas e três botes infláveis, enquanto as 25 pessoas a bordo nunca mais foram vistas.

Slide 8 de 21: Esse norte-americano pioneiro da tecnologia nunca reapareceu após partir da baía de San Francisco no início de 2007 para jogar as cinzas da sua mãe nas Ilhas Farallon. Nenhuma mensagem de socorro foi jamais recebida, e apesar de uma missão extensa de busca, nem Gray, nem seu barco de 39 pés, o Tenacious, foram encontrados.

Jim Gray

Esse norte-americano pioneiro da tecnologia nunca reapareceu após partir da baía de San Francisco no início de 2007 para jogar as cinzas da sua mãe nas Ilhas Farallon. Nenhuma mensagem de socorro foi jamais recebida, e apesar de uma missão extensa de busca, nem Gray, nem seu barco de 39 pés, o Tenacious, foram encontrados.

Slide 9 de 21: Em rota para Kingston, na Jamaica, em janeiro de 1820, esse barco clipper de caça a piratas desapareceu no Golfo do México com seus 50 tripulantes. Nenhum vestígio da embarcação ou dos seus ocupantes foi encontrado.

USS Lynx

Em rota para Kingston, na Jamaica, em janeiro de 1820, esse barco clipper de caça a piratas desapareceu no Golfo do México com seus 50 tripulantes. Nenhum vestígio da embarcação ou dos seus ocupantes foi encontrado.

Slide 10 de 21: Esse empresário da Flórida, envolvido em polêmicas, tinha uma fortuna de cerca de US$ 100 milhões quando seu barco a motor autônomo chegou em terra firme em 20 de junho de 2012, com suas luzes de navegação e motor ligados. Aguiar foi visto pela última vez partindo da doca em Fort Lauderdale, 5 horas antes, e nunca mais foi visto.

Guma Aguiar

Esse empresário da Flórida, envolvido em polêmicas, tinha uma fortuna de cerca de US$ 100 milhões quando seu barco a motor autônomo chegou em terra firme em 20 de junho de 2012, com suas luzes de navegação e motor ligados. Aguiar foi visto pela última vez partindo da doca em Fort Lauderdale, 5 horas antes, e nunca mais foi visto.

Slide 11 de 21: Enquanto patrulhava os mares de Molucca e Celebes em 1943, esse submarino da Marinha norte-americana desapareceu misteriosamente. As causas mais prováveis eram minas ou submarinos inimigos, mas nenhuma explicação foi confirmada até hoje.

USS Capelin

Enquanto patrulhava os mares de Molucca e Celebes em 1943, esse submarino da Marinha norte-americana desapareceu misteriosamente. As causas mais prováveis eram minas ou submarinos inimigos, mas nenhuma explicação foi confirmada até hoje.

Slide 12 de 21: Encontrado abandonado entre a Ilha Baccalieu (foto) e Catalina, em Terra Nova e Labrador (Canadá), em 29 de agosto de 1884, este navio mercante estava incrivelmente sem danos. O que é mais estranho, seu diário de bordo havia sido atualizado seis horas antes de ser descoberto, e as luzes da galera estavam acessas. O mais estranho de tudo: nenhum dos sete tripulantes ou quatro passageiros jamais foram encontrados.

SV Resolven

Encontrado abandonado entre a Ilha Baccalieu (foto) e Catalina, em Terra Nova e Labrador (Canadá), em 29 de agosto de 1884, este navio mercante estava incrivelmente sem danos. O que é mais estranho, seu diário de bordo havia sido atualizado seis horas antes de ser descoberto, e as luzes da galera estavam acessas. O mais estranho de tudo: nenhum dos sete tripulantes ou quatro passageiros jamais foram encontrados.

Slide 13 de 21: Isso foi arte? Tragédia? Ambos? Quando o artista holandês Bas Jan Ader desapareceu no mar em 1975 ao tentar atravessar sozinho o Atlântico, saindo de Cape Cod (EUA) em seu 
cruzador de 12 pés, sua performance intitulada “Em Busca do Milagroso” chegou ao fim. Ou era apenas o começo? O Ocean Wave foi encontrado abandonado 10 meses depois da viagem, mas o destino de Ader nunca foi descoberto.
Veja a imagem no Facebook

Bas Jan Ader

Isso foi arte? Tragédia? Ambos? Quando o artista holandês Bas Jan Ader desapareceu no mar em 1975 ao tentar atravessar sozinho o Atlântico, saindo de Cape Cod (EUA) em seu

cruzador de 12 pés, sua performance intitulada “Em Busca do Milagroso” chegou ao fim. Ou era apenas o começo? O Ocean Wave foi encontrado abandonado 10 meses depois da viagem, mas o destino de Ader nunca foi descoberto.

Slide 14 de 21: Esse rebocador baseado na Califórnia nunca chegou a seu destino depois de zarpar para Pearl Harbor em 25 de março de 1921. Depois de uma busca por mar e ar que durou três meses, a Marinha norte-americana não encontrou qualquer vestígio do Conestoga ou da sua tripulação. Em 2016, o local de naufrágio foi finalmente encontrado, assim como as 56 almas a bordo.

USS Conestoga

Esse rebocador baseado na Califórnia nunca chegou a seu destino depois de zarpar para Pearl Harbor em 25 de março de 1921. Depois de uma busca por mar e ar que durou três meses, a Marinha norte-americana não encontrou qualquer vestígio do Conestoga ou da sua tripulação. Em 2016, o local de naufrágio foi finalmente encontrado, assim como as 56 almas a bordo.

Slide 15 de 21: O filme australiano Open Water, de 2004, documentou o drama desses turistas norte-americanos, deixados para trás na Grande Barreira de Corais durante uma viagem em 1998. Uma busca minuciosa foi iniciada dois dias depois que os operadores do barco erraram a contagem dos turistas a bordo, voltando à terra firme sem o casal. No entanto, nenhum sinal deles foi encontrado, a não ser um pedaço de uma roupa de banho. Será que eles se afogaram? Ou foram devorados por tubarões. Talvez isso jamais seja descoberto.

Tom e Eileen Lonergan

O filme australiano Open Water, de 2004, documentou o drama desses turistas norte-americanos, deixados para trás na Grande Barreira de Corais durante uma viagem em 1998. Uma busca minuciosa foi iniciada dois dias depois que os operadores do barco erraram a contagem dos turistas a bordo, voltando à terra firme sem o casal. No entanto, nenhum sinal deles foi encontrado, a não ser um pedaço de uma roupa de banho. Será que eles se afogaram? Ou foram devorados por tubarões. Talvez isso jamais seja descoberto.

Slide 16 de 21: Esse autor e aventureiro norte-americano desapareceu ao tentar atravessar o Oceano Pacífico a bordo do Sea Dragon, um junco chinês, em 1939. Vários rumores surgiram a respeito do destino de Halliburton: os fãs esperavam que ele reaparecesse com vida, mas isso não aconteceu desde então.

Richard Halliburton

Esse autor e aventureiro norte-americano desapareceu ao tentar atravessar o Oceano Pacífico a bordo do Sea Dragon, um junco chinês, em 1939. Vários rumores surgiram a respeito do destino de Halliburton: os fãs esperavam que ele reaparecesse com vida, mas isso não aconteceu desde então.

Slide 17 de 21: Ironicamente, o primeiro homem a navegar sozinho ao redor do mundo também desapareceu misteriosamente no mar. Slocum nunca chegou a seu destino no Caribe, depois de zarpar da Nova Inglaterra em 1909. Nem ele, nem seu barco, o Spray, foram jamais encontrados.

Joshua Slocum

Ironicamente, o primeiro homem a navegar sozinho ao redor do mundo também desapareceu misteriosamente no mar. Slocum nunca chegou a seu destino no Caribe, depois de zarpar da Nova Inglaterra em 1909. Nem ele, nem seu barco, o Spray, foram jamais encontrados.

Slide 18 de 21: Em 31 de dezembro de 1812, a escuna Patriot deixou Georgetown, no Estado norte-americano da Carolina do Sul, rumo a Nova York. Nenhum dos seus passageiros, incluindo Theodosia Burr Alston (foto), filha do vice-presidente norte-americano Aaron Burr, foram vistos com vida novamente. Uma das suspeitas foram ataques de piratas, mas o mistério do desaparecimento jamais foi esclarecido

The Patriot

Em 31 de dezembro de 1812, a escuna Patriot deixou Georgetown, no Estado norte-americano da Carolina do Sul, rumo a Nova York. Nenhum dos seus passageiros, incluindo Theodosia Burr Alston (foto), filha do vice-presidente norte-americano Aaron Burr, foram vistos com vida novamente. Uma das suspeitas foram ataques de piratas, mas o mistério do desaparecimento jamais foi esclarecido

msn

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui